Consciência Negra

Chega novembro e todas as escolas ficam em alvoroço pensando "Que vamos fazer para celebrar o Dia da Consciência Negra?"

No CG não foi diferente, mas a resposta é que foi inusitada: "Já estamos trabalhando essa temática desde o início do ano!"

Com certeza! Uma coisa que pudemos comprovar é que cada projeto, cada atividade interdisciplinar que acontece na escola tem entre as temáticas propostas as relações étnico-raciais.

Foi assim nos Jogos Interclasses, no Sarau Cultural, no Caleidoscópio, sem esquecer do grande campeão do Festival de Curtas, que também abordou o preconceito e suas possíveis consequências. (Se você perdeu, clique nas imagens e confira!)

 

Mas, para não banalizar o tema, que merece, sim, ser infinitamente debatido, os professores propuseram novos projetos, que você pode conferir a seguir.

Pesquisas de opinião em Leitura de Mundo

Sob o comando do professor Edson Roberto, de Língua Portuguesa, os professores de PI levaram a cabo com seus alunos uma pesquisa de opinião cujo objetivo era chamar a atenção da comunidade escolar para o quanto ainda somos preconceituosos.

A entrevista contava com várias perguntas que foram feitas para vários públicos diferentes (professores, alunos, servidores, pais, só mulheres, só negros, etc.) de acordo com a delimitação do professor responsável por cada turma.

Respostas surpreendentes como o percentual significativo de servidores que acham que "negros não têm empregos melhores porque não sao capazes" ajudaram a abrir os olhos de muitos que ainda vivem na ilusão da democracia racial no Brasil. Confira a galeria com as fotos desse projeto!

Murais com arte, história, cultura e religião

História, Sociologia e Arte juntaram-se para propor a montagem de murais com os alunos dos segundos anos.

Cada turma com uma temática teve a missão de compor um mural, de forma que os trabalhos se espalharam por toda a escola.

Os murais contemplaram desde a história da luta dos negros no país até elementos culturais, como festas e religião.

Algumas turmas foram mais vanguardistas, como o 2ºE, que montou um mural interativo (acima à esquerda) em que, incentivado pelo convite para falar e pelas imagens da boca escancarada, o leitor é levado a registrar sua própria mensagem sobre a negritude, o preconceito e o dia-a-dia do negro no Brasil.

O destaque vai para o mural do 2ºG, que discute as concepções do que é ser negro, em uma montagem que valorizou a discussão sobre elementos culturais que carregam a identidade negra. O mural conta com um espelho para os alunos se observarem e se reconhecerem enquanto afrodescendentes.

Conscientização em Espanhol

Às turmas foi solicitado que se reunissem em grupos e criassem frases em espanhol sobre a Consciência Negra. 

Dentre as frases de cada integrante, o próprio grupo deveria selecionar as melhores para compor seu cartaz.

O resultado foram mais de 50 cartazes em tamanho A3 entregues ao professor Augusto, que, após avaliar todos com cuidado, selecionou os melhores para serem afixados nos corredores da escola.

Confira a galeria com os trabalhos desses alunos!

Filosofia africana em talkshow

Não faltou lugar para a filosofia africana no CG.  Cada turma de segundo ano do vespertino recebeu do professor Patrique Lamounier um texto para que fosse apresentado em formato de talkshow.

Segue a lista dos textos por turma. Clique para ler!

2A - Da travessia: Contar experiências, compartilhar sentidos

2B - De onde vem o Racismo

2C - Epistemologia africana

2D - Filosofia africana ontem e hoje

2E - O que é Raça

2F - Outras margens da filosofia africana

2G - Racismo científico no Brasil e no mundo

2H - Sobre a legitimidade e o estudo da filosofia africana

2I - Visão africana bantu da natureza

A negritude é só sucesso!

A professora Julianna foi mais além e aproveitou uma oportunidade do destino. Com duas alunas aplicadas e uma amiga bem relacionada (Marthinha, nós te amamos!), a professora conseguiu gravar uma entrevista com nada mais nada menos que Adriano Lugoli, o modelo ex-usuário de drogas com uma história fantástica de superação.

Outros grupos de alunos apresentaram trabalhos com slides cujo tema era "negros de destaque no país nas mais diversas áreas": esportes, política, teledramaturgia, música, literatura, etc.

Confira a entrevista ao lado e os slides neste link!

Em inglês, a professora Ivana solicitou aos alunos que apresentassem sobre personalidade que falam o idioma como nativo.

Confira as fotos das apresentações!